Recitais

Roda de Mantras e Cantos Devocionais

A prática de Cantos Devocionais é uma tradição antiga presente em inúmeras culturas do planeta.

As Rodas de Mantras são uma oportunidade de aquietar a mente, meditar sobre o momento que vivemos e celebrar e vibrar intenções de evolução individual e coletiva.

 

A proposta é cantar Mantras ligados às tradições Hindu, Budista, Sufi e Judaico-Cristã, além de algumas canções de outras culturas como Andina-Peruana e Guarani.

 

Trafegando por essas diferentes tradições, os encontros geralmente estão associados aos ciclos astronômicos e religiosos, trazendo assim algum conteúdo relacionado com a intenção de conectá-los aos arquétipos e forças que se refletem em nosso interior.

 

Composto de canções de devoção à vida e à natureza e composições autorais instrumentais arranjadas para diferentes instrumentos étnicos de percussão (bendirs/pandeiros, derbakes, madal, udu/vaso e hang drum), cordas (violão, kântele e bahlama) e sopro (zampoña, berimbaus de boca e bansuris), o repertório desse recital autoral tem influências que vão dos ritmos do oriente às tradições populares brasileiras, passando pelo xamanismo ameríndio e pela prática de cantar mantras.

 

Com o suporte de um pedal de loop/overdub, que permite desenvolver diferentes camadas sonoras, a construção da música ao vivo tem combinações inusitadas de instrumentos de diversas regiões do mundo e momentos de improviso, resultando em uma apresentação dinâmica e um som intrigante e envolvente.

 

Leveza, liberdade, ousadia e integração são as forças que inspiram esse trabalho.

 

Ouça algumas das músicas aqui e adquira os álbuns completos aqui

 

 

                

 

Alquimias Musicais

Meditação Sonora

A Meditação Sonora parte do princípio de que cada sonoridade ressoa em uma parte diferente do nosso ser, da nossa consciência.

 

Através de taças tibetanas, sinos e instrumentos étnicos diversos tocados de maneira intuitiva, os participantes são convidados a relaxar e receber os sons numa experiência não só auditiva como sensório-vibracional. Nesse sentido, podem haver momentos em que os participantes queiram dançar e tal expressão é bemvinda pois também é uma forma de meditar.

 

Por meio de uma partilha inicial com o grupo, pode ser dado um direcionamento na meditação, bem como pode ser usado o Oráculo Sonoro para orientar a jornada.

A Poética do Sopro e das Percussões

   

(com Vagner Nazareth)

Recital/Vivência de Arteterapia Musical Transdisciplinar que se propõe a criar diferentes paisagens sonoras utilizando flautas de várias culturas e percussões étnicas associadas a práticas terapêuticas, danças de livre expressão, reflexões educativas sobre textos de Ecopedagogia (Carta da Terra), Arte/Cidadania, Filosofia perene e poemas pertinentes aos temas abordados.

O repertório constitui-se em um mosaico de timbres e texturas expressos em temas instrumentais autorais, de autores variados e improvisações intuitivas que passam pela influência das sonoridades indígenas e pelos sons nativos das florestas tropicais, pela riqueza folclórica latino-americana, ritmos e melodias nordestinas e pela mística oriental, tecendo um dialogo ao mesmo tempo cultural, terapêutico e essencialmente educativo.

 

Entre em contato para organizar um Recital em seu espaço ou para um grupo específico.